L-Carnitina

O QUE É L-CARNITINA?

A L-carnitina é uma amina quaternária naturalmente produzida pelo organismo no fígado, rins e cérebro, a partir dos aminoácidos lisina e metionina. Quando se trata de alimentação, as carnes e os produtos lácteos são as principais fontes dietéticas deste composto, sendo responsáveis por cerca de 75% do total de L-carnitina armazenada no organismo.

A função fundamental da L-carnitina é a geração de energia para as células, pois ela age nas reações transferidoras de ácidos graxos livres de cadeia longa do citoplasma para mitocôndrias, facilitando sua oxidação e a geração de adenosina trifosfato (ATP).

PARA QUE SERVE L-CARNITINA?

A popularidade da L-carnitina se deu devido ao seu potencial ergogênico, que associa-se à melhora da performance em indivíduos fisicamente ativos que suplementam o composto. Além disso, a função de oxidação dos ácidos graxos permite a entrada de acetilas no ciclo de Krebs, o que aumenta a disponibilidade energética da célula e resulta na produção e utilização mais efetiva do oxigênio, melhorando a capacidade de realizar tarefas físicas.

A L-carnitina também evita desvios metabólicos, impede a formação de níveis excessivos de triglicérides e elimina fatores de risco de doenças cardiovasculares como aterosclerose e afecções cardíacas consequentes.

BENEFÍCIOS DA L-CARNITINA:

Reduz os riscos de doenças cardíacas;

Auxilia na queima de gordura;

Ajuda no ganho de massa magra;

Tem papel de detoxificação;

Previne o estresse metabólico;

Fortalece o sistema imune;

Reduz o dano tecidual muscular.

Glutamina

A glutamina é um aminoácido não essencial, ou seja, que é sintetizado pelo nosso corpo. Está presente em abundância no organismo e fica disponível em sua forma livre no plasma e nos tecidos musculares. Por isso, é tão importante para diversos processos metabólicos, o que inclui a síntese proteica.

No entanto, apesar de ser produzida em grandes quantidades naturalmente, quando o corpo passa por condições hipercatabólicas após treinos intensos ou dietas restritas, a síntese do aminoácido não é suficiente para suprir a demanda do organismo. Nesse caso, podem ocorrer problemas como lentidão na produção endógena e enfraquecimento do sistema imunológico.

Por isso, a suplementação de glutamina torna-se uma alternativa para aprimorar funções metabólicas e garantir o aporte nutricional.

Benefícios da Glutamina:

•          Aumenta a resistência a infecções;

•          Melhora a integridade intestinal;

•          Reduz a dor muscular após os exercícios;

•          Melhora o humor e a memória;

•          É fonte energética para processos anabólicos;

•          Estimula a síntese proteica;

•          Colabora para o aumento de massa muscular e metabolismo corpóreo;

•          Combate o catabolismo.

Como tomar Glutamina?

A quantidade de glutamina varia de acordo com cada pessoa. Por isso, é indispensável consultar um nutricionista antes de iniciar o consumo de qualquer suplemento, assim, o profissional poderá indicar se o seu organismo consegue ou não produzir a quantidade adequada para a sua rotina.

Em termos gerais, indica-se a ingestão de 0,1 a 0,3 gramas de glutamina para cada quilo de peso livre de gordura. A sugestão é realizar o consumo junto com fontes de proteínas, como o BCAA e o whey protein. De preferência tomar de manhã ou logo após o treino.

Pão de beijo vegano com Equaliv Nutryeast

Foto pão de beijo vegano Nutryeast

Rendimento: 25 unidades

Por porção: 60 Kcal

14g Carboidrato

0,3g Lipídeos

0,5g Proteínas

Ingredientes:

  • 300g de farinha de tapioca
  • 300g de mandioquinha cozida e amassada
  • 20g de Nutryeast
  • 10g de orégano fresco ou seco
  • 5ml de azeite extravirgem
  • 3g de cúrcuma em pó

Modo de preparo:

  1. Em uma vasilha, coloque todos os ingredientes, na ondem que se apresentam.
  2. Misture tudo com as mãos até formar uma massa lisa.
  3. Faça bolinhas nem muito grandes nem muito pequenas e coloque em uma forma untada com óleo de coco neutro, espaçadas entre si para não grudarem ao assar.
  4. Leve ao forno pré aquecido a 180°C por 25min. Retire do forno, coloque em uma vasilha e sirva.
Equaliv Nutryeast

Para mais informações sobre o produto acesse: https://www.nutribil.net.br/nutryeast-180g-equaliv

Coenzima Q10

Estrutura química coenzima q10

A Coenzima Q10 (CoQ10), também denominada Ubidecarenona, é uma benzoquinona presente em praticamente todas as células do organismo e que participa dos processos de produção de. Por ser essencial nesse processo, órgãos com maior demanda energética como o coração, o cérebro, rins e fígado, apresentam maiores concentrações de CoQ10. A Coenzima Q10 pode ser obtida da dieta ou de suplementos alimentares, mas é também produzida endogenamente. Carne, aves e peixes são as fontes mais concentradas de CoQ10, e a ingestão diária desses alimentos fornece entre 2 a 20 mg, o qual não eleva significativamente os níveis de CoQ10 no sangue e nos tecidos. Pequenas quantidades são encontradas em cereais, soja, nozes e vegetais, particularmente espinafre e brócolis.

Propriedades:

• Antioxidante potente

• Melhora a qualidade de vida na melhor idade

• Coadjuvante em mitocondriopatias

• Melhora o índice glicêmico

• Neuroprotetor

• Reduzo o risco de lesão muscular em atletas

Cafeína

Estimula o sistema nervoso central, mantém a atenção e o humor, ajuda na respiração e na digestão, e atenua a sensação de fome, o que pode ajudar nas dietas.
Consumido em doses razoáveis, o café não afeta o sono nem prejudica o coração. Pode acalmar os sintomas da enxaqueca, ajudar na ação preventiva de algumas patologias graves como Alzheimer e Parkinson.
O café também possui substâncias antioxidantes, que contribuem para eliminar os radicais livres.
Retarda a fadiga ao poupar os estoques de glicogênio muscular. Ajuda a quebrar o tecido de gordura, favorecendo a eliminação dos excessos e a perda de peso.

Café da manhã

Qual á importância dessa refeição?

Único momento do dia que ficamos em jejum de forma involuntária é na hora do merecido descanso, esse período varia de pessoa para pessoa, algo entre 5 á 8 horas de repouso.

Que tal um belo café da manhã ou desjejum para dar aquela injeção de ânimo, para recomeçar a rotina diária com bastante energia.

O nutriente oferecido nessa primeira refeição do dia tem estratégia nutricional muito importante, o carboidrato (pães, biscoito, cuscuz, etc.) são os energéticos, as proteínas (queijo, leite, ovo, etc.) são os construtores que tem grande importância para o ganho de massa muscular, as gorduras (manteiga, margarina, azeite de oliva, etc.) tem um papel importante no transporte das vitaminas lipossolúveis.

O tema café da manhã é tão importante que um artigo de revisão de 2010, realizado por TRANCOSO etal relatou os principais achados.

Quem realiza a primeira refeição se sente mais saciado no período da manhã, tem mais disposição, quem estuda tem melhor concentração, e ainda mais consegue manter o peso corporal.Quando essa refeição e realizada sua composição é basicamente, Café com leite, Pão (com manteiga ou margarina), uma fruta, Banana ou Laranja.

Quem não tem no hábito de realizar essa refeição apontaram vários fatores entre eles está o fato de morar sozinho, insatisfação com o corpo, falta de tempo, não sente fome nesse horário, está realizando dieta restrita sem nenhuma orientação profissional. Para compensar a falta dessa refeição à maioria opta por alimentos bem calóricos até o horário do almoço.

O Ministério da Saúde com ajuda de especialistas elaborou o Guia Alimentar para População Brasileira, onde se monstra a importância de realizar ás 3 refeições principais ( café da manhã; almoço; Jantar) e pequenos lanches entres as refeições.

Segue abaixo imagens de exemplos de outros tipos de café da manhã, já que nossa cultura é diversificada, saia da rotina.

Fonte: Ministério da Saúde. Guia Alimentar para População Brasileira 2°edição. Brasília- DF 2010.

 

O perigo de não realizar essa refeição ou pular qualquer outro tipo de refeição, são o consumo de alimentos calóricos e com pouca saciedade, ou seja, daqui um tempo você vai sentir fome novamente, o que não contribui em nada para perda de peso se esse for o objetivo e pior ainda pode desencadear doenças como Diabetes Mellitus, Hipertensão, Síndrome Metabólica, Obesidade e Dislipidemia.

Ficou na dúvida do que comer nesse horário?

O Nutricionista está habilitado para te ajudar na melhor maneira possível em adequar essa refeição para você. Não fique com dúvida.

Consulte sempre um Nutricionista

 

Referência

Ministério da Saúde. Guia Alimentar Para População Brasileira. 2° edição, Brasília – DF 2014.

SBAN. Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição. Alimentação variada e o papel do café da manhã. 2015.

TRANCOSO, S, C. CAVALLI, S, B. PROENCA, R, P, C. Café da manhã: caracterização consumo e importância para a saúde. Revista Nutrição Campinas, 23 (5): 859-869. Setembro/Outubro 2010.

Hidratação após o exercício

Qual a melhor estratégia para se reidratar?

Uma excelente hidratação tem que ocorrer no dia a dia, antes da atividade física e dependendo da modalidade esportiva, durante,nos intervalos, e logo pós- treino.

Para ter uma precisão exata de quanto de liquido ingerir ,o método não invasivo e a pesagem antes e depois da atividade física, o que foi perdido deve ser reposto.

No caso de um atleta que vai competir ou vai começar a sua rotina de treino em um período menor de 12 horas, o ideal e que essa reidratação seja oferecida em tempo menor com fracionamento adequado, para facilitar o esvaziamento gástrico.

Estudo realizado com 17 atletas de futsal do sexo masculino teve como objetivo avaliar a hidratação foi aplicado um questionário para saber o comportamento de ingestão hídrica desses atletas. O resultado da tabela mostra relatos de desidratação.

A consequência de uma hidratação inadequada atrapalha no desempenho, principalmente se atividade for realizada no ar livre em ambiente quente, ou em academia com pouca ventilação, segundo Sueli Longo nas academias deve ter campanhas para hidratação em forma de palestra ou cartazes.

A intervenção nutricional vai visar à recuperação do glicogênio hepático e muscular, sendo assim será decidido se a bebida vai conter frutose, se vai ser isotônico, gel ou outro tipo de suplemento.

Consulte sempre um Nutricionista.

 

Referências

LONGO,S. Manual de Nutrição para o Exercício Físico. Editora Atheneu.São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, 2014.ROSSI, L. Nutrição em Academias do Fitness ao Wellness. Editora Roca.
São Paulo, 2015.

SEPEDA, T, P, A; MENDES, R.C; LOUREIRO, L, M. Avaliação da perda hídrica e hábitos de hidratação de atletas universitários de futsal competitivo. RevBrasMed Esporte vol.22 no.5 São Paulo Sept./Oct. 2016

Beterraba e a tão falada Palatinose

beterraba

A beterraba é uma planta herbácea da família das Quenopodiáceas,  que é nativa da Europa, norte da África e Oeste da Ásia. Nome derivado do substantivo francês betterave.
É um vegetal versátil com baixo teor calórico, podendo  ser consumida crua, cozida, sopas ou até mesmo em sucos.  Com apenas 40 calorias a cada 100 gramas de seu consumo. Rica em antioxidantes e minerais, como o Ferro, sódio, Potássio, Magnésio. A cor vermelha da Beterraba é devido à presença de betaína, que ajuda na saúde cardiovascular.

PALATINOSE

Carboidrato obtido a partir do açúcar da beterraba que proporciona energia por mais tempo.
Proporciona uma liberação de energia sustentável, ela é hidrolisada e absorvida de quatro a cinco vezes  mais  lentamente que  a  sacarose,  devido  à forte ligação de sua  glicose  e  frutose  componente.
Desta forma, fornece glicose como combustível  para o corpo e cérebro no momento em que a digestão e absorção de sacarose ou glicose pura tem se encerrado. Para os músculos e o cérebro, isto significa um fluxo constante de energia durante um longo período de tempo em comparação com a rápida absorção do carboidrato.
Ainda mais, perfis  de  liberação  de  energia  específicos podem ser atingidos através da combinação de Palatinose com outros carboidratos.